rede de conexões > rede de computadores

 

até 2017 eu tinha empresa, agora sou só eu e minha esperteza/experiência. antes eu tinha entregas fechadinhas e produtos prontos, agora construo (junto com quem me demanda!) novas entregas a cada trabalho . antes eu tava num grupinho mais fechado, agora eu sou de todo mundo, de quem quiser. até 2017 eu era personal stylist fazendo internet por resultado, hoje sou também comunicadora online e faço tudo por convicção e amor.

uma DELÍCIA revisar esse novo tempo numa conversona em vídeo com a rafa cappai: falamos do fim da oficina de estilo, desse meu re-começo/continuação e da comunicação online, mexemos muito no cabelo, troquei referências (obrigada edição por ajeitar as coisas, rs) e até falamos de umas vulnerabilidades assim, em voz alta. são 58 minutos de fefe \o/ se você aguenta e tem vontade de ver, ó, tamos aqui:

tem mais dessa conversa no site da espaçonave, mas trago pra cá um tantinho do que foi tirado das minhas falas no vídeo e postado por lá:

“Com toda a bagagem da Oficina de Estilo, muito papo bom e questionamentos borbulhantemente deliciosos, Fefe uniu sua paixão pela comunicação e toda sua expertise sobre estilo pessoal e hoje ajuda pessoas a não só encontrem o seu estilo de se vestir, mas de encontrar o seu jeito de criar conexões na internet. Fefe continua se comunicando, se divertindo e divertindo pessoas ao redor, propondo uma reconexão com a expressão de quem a gente é, pra contar histórias incríveis pro mundo! 

Redefinindo as métricas

Não queremos te desencorajar a olhar os números e começar compreender as métricas dos seus canais de comunicação digital, mas pra gente métrica só faz sentido se estiver atrelada a um propósito antes mesmo de uma estratégia! Em meio aos beabás de produção de conteúdo, pensa só se seu norte pra avaliar os seus conteúdos fosse: “quantas conversas reais foram geradas aqui?” ou melhor dizendo: “quantas conversas reais posso estimular através desse conteúdo?” , muita coisa do processo de planejamento criativo desses materiais iriam mudar, não?!

O poder de ser você mesmo na internet

Em meio ao turbilhão de mensagens e vozes conversando ao mesmo tempo, esse processo de se localizar e dar coordenadas ao seu público em meio a multidão é o que permitirá que suas ideias sejam ouvidas. Falar mais alto na tentativa de encontrar um espacinho na internet não é o jeito mais eficiente pra ser ouvido. Se localizar tem a ver com saber quem você é, pra só assim então se aproximar de sua galera, pra trabalharem juntos construindo um espaço que condiz com as histórias que desejam compartilhar!”

VQVconvida: fefe resende + comunicação online (direto no youtube)