raciocinar, planejar, sistematizar... pra descomplicar

serumano é complexo, imprevisível, influenciável (especialmente em tempos de comparação em rede social) e cheio de emoção. a gente flui na vida com isso tudo aí, tendo como escudo e abraço o que a gente veste -- uma interface de interação com o entorno, a partir de quem a gente é e do que quer faz ou quer fazer/viver.

não acho, então, que é o caso de subestimar nossas escolhas de vestir, tratar como se elas não importassem… ao mesmo tempo, não acho que é o caso de complicar demais, de precisar fazer malabarismos demais pra estar à vontade com essa carcaça construída.

tenho trabalhado (no personal styling) com isso em mente: pode não ser fácil, mas ajuda se a gente se propuser a estudar, raciocinar, sistematizar. organizar pra usufruir, planejar pra se sentir satisfeita — tenho achado mais e mais que é possível sim!

aqui embaixo minha jaqueta “consertada”: o botão caiu e, no lugar do buraco, já xuxei um brinco antigo sem par e pronto, massa. #modapravidareal

moda pra vida real